Vol. 15 – A Greve Geral de 1917 em Curitiba: Reconstituição da Memória Operária

R$30,00

Ano de publicação: 2017

Edição: 2ª

Volume: 15

Selo Editorial: Factum Editora

ISBN: 978-85-995666-07-7

Tamanho: 22 x 21 cm

Preço: R$30,00

Autores:

Ricardo Marcelo Fonseca é professor do Departamento de Direito Privado e do programa de pós-graduação em Direito da UFPR; graduado em Direito e bacharel e licenciado em História; especialista em Direito Contemporâneo; mestre e doutor em Direito pela UFPR; pós-doutor em História do Direito pela Università degli Studi di Firenze; diretor do Setor de Ciências Jurídicas da UFPR entre 2008 e 2016; reitor eleito da UFPR para o mandato 2016-2020.

Maurício Galeb é licenciado em História pela UFPR; bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba; mestre em Direito Empresarial e Cidadania pelo Centro Universitário Curitiba (Unicuritiba).

 

Do que se trata? “A greve de 1917 – e essa foi uma das conclusões a que chegamos quanto escrevemos esse trabalho – teve um papel importante, junto com outras lutas e outros movimentos, como a greve geral de 1919, para a implementação progressiva de direitos trabalhistas e previdenciários nas décadas seguintes, que culminaram com a Consolidação das Leis Trabalhistas, em 1943. A greve que agora completou 100 anos estava na cartografia da implementação de direitos e da inclusão de trabalhadores e trabalhadoras no mapa da cidadania daquela época, num país que ainda não considerava que os destinatários dos direitos e das proteções jurídicas poderiam ser aqueles que integram a parte mais frágil ou mais pobre da sociedade. A greve de 1917 – que custou sangue e vidas de tantos – foi interpretada por nós como uma etapa da luta pela posterior positivação e implementação de direitos, direitos que foram usufruídos pelos netos e bisnetos daqueles que levantaram barricadas nas ruas das cidades sublevadas. A implementação daquilo que se pode chamar de um arremedo de Estado social no Brasil (arremedo porque insuficiente na extensão e na generosidade de seus resultados, se comparados os países capitalistas do norte do mundo, embora extremamente mais avançado do que aquilo que se via no cenário da República Velha) se deve em grande medida a esses movimentos. Pode-se dizer, sobretudo no caso da legislação trabalhista, que direitos foram conquistados, e não meramente concedidos.” (Os autores, 2017)

REF: VOL014 Categoria

Descrição

 

 

Informação adicional

Peso 200 g
Dimensões 21 x 28 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.